Capítulo 26 e qual o tamanho que um rio pode ter?

postOlá, tenho duas novidades!

A primeira é que tem material novo no site, o Capítulo 26 – Moon River. A segunda notícia é que esse capítulo vai ser a minha experimentação para este ano.

Como sabem, as minhas HQtrônicas sempre procuram explorar a navegação, com histórias que ocupam apenas uma página. Isso porque a tela do computador é apenas uma janela para um mundo enorme que pode ser construído apenas com html, css e imagens. E qual o final deste mundo? Que tamanho uma história poderia ter? São essas perguntas que pretendo explorar, porque o Capítulo 26 será feito durante TODO o ano. A temática da história é bem simples: as relações humanas e como se dá o processo de conhecimento entre duas pessoas. A história terá alguns arcos e o primeiro já está decidido e esboçado. Criei dois links para facilitar a leitura: um que leva ao início da página e outro ao final, para quando a história estiver muito longa.

Sobre o título, só uma explicação. Ele é de uma música linda, que conheci primeiro através do Frank Sinatra e depois belamente interpretada pela Audrey Hepburn no filme Bonequinha de Luxo (Breakfast at Tiffany’s). E a letra me remete sempre à essa questão do encontro, dessa coisa boa de perceber que tem outra pessoa atrás do “mesmo fim do arco-iris”.

Olha a música aqui:

 

E a tradução:

Rio da Lua
 
Rio da Lua, mais largo do que uma milha
Eu irei de encontro a você com elegância, qualquer dia
Oh, seu sonhador, você partiu meu coração
Aonde quer que você vá, eu seguirei o seu caminho
Dois andarilhos, indo por aí para ver o mundo
Há tanto do mundo para se ver
Nós procuramos o mesmo fim do arco-íris
Esperando logo depois da curva
Meu doce e aventureiro amigo
Rio da Lua, e euRio da Lua, mais largo do que uma milha
Eu irei de encontro a você com elegância, qualquer dia
Oh, seu sonhador, você partiu meu coração
Aonde quer que você vá, eu seguirei o seu caminho
Dois andarilhos, indo por aí para ver o mundo
Há tanto do mundo para se ver
Nós procuramos o mesmo fim do arco-íris
Esperando logo depois da curva
Meu doce e aventureiro amigo
Rio da Lua, e euDois andarilhos, indo por aí para ver o mundo
Há tanto do mundo para se ver
Nós procuramos o mesmo fim do arco-íris
Esperando logo depois da curva
Meu doce e aventureiro amigo
Rio da Lua, e euEntão é isso, à medida que for publicando faço novos posts.

Abraços ilustrados!

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s